Second Life tem 17 ocupações diferentes para escolher no metaverso

7 Curtidas Comentar
Second Life tem 17 ocupações diferentes para escolher no metaverso

Second Life tem 17 ocupações diferentes para escolher no metaverso. Com o avanço do metaverso, estamos presenciando um aumento de investimentos e inovações nessa nova realidade, bem como atividades seletivas realizadas nesse novo universo. Novas profissões surgem como resultado das escolhas ali feitas.

O PageGroup, conglomerado formado por algumas das mais conhecidas consultorias especializadas em recrutamento no Brasil e no mundo, compilou uma lista de novas vagas que podem se desenvolver no metaverso em um futuro próximo, com base em tendências e análises de seus especialistas .

 

“Com o avanço do metaverso, possivelmente veremos novas migrações do mundo real para o mundo virtual, e isso inclui emprego e carreira”, diz Juliana França, gerente sênior do PageGroup.

Já existem especialistas neste cosmos, principalmente aqueles com formação tecnológica, que podem ajudar a tornar este ambiente mais adequado a novos negócios e entretenimento.

 

 

Óculos de realidade virtual ou outros aparelhos de realidade aumentada poderão em breve ser usados ​​por profissionais para operar no metaverso. Segundo França, “o metaverso tem tudo para se tornar a nova internet e criar um ambiente totalmente novo e adequado às novas perspectivas de carreira”.

Se você já pensou em se tornar um analista de taxas de transações virtuais ou um estilista de moda virtual, deve saber que essas carreiras já estão a caminho de se tornar realidade. Esses e outros novos empregos estão entre as 17 profissões que podem existir no metaverso; veja a lista completa abaixo.

 

finança

1-Gerente de Investimentos: Second Life tem 17 ocupações diferentes para escolher no metaverso

Ele ajudará as pessoas a fazer os melhores investimentos no domínio dos ativos criptográficos, a fim de otimizar seus retornos dentro e fora do metaverso.

Inglês avançado, compreensão do mercado de criptomoedas, comunicação sólida e habilidades analíticas são necessários.

 

2-Gerente de Patrimônio Digital e Imobiliário:

Dentro do metaverso, um profissional que administrará terrenos, prédios e propriedades. Também trabalhará na análise e prospecção de melhores ativos imobiliários digitais para seus clientes.

Inglês avançado, conhecimento de NFTs e acompanhamento do mercado imobiliário fora e dentro deste universo são habilidades necessárias, assim como um bom relacionamento.

 

3-Estruturar Linhas de Crédito é uma das minhas especialidades:

Profissionais que vão montar linhas de crédito de criptomoedas para compra de NFTs no metaverso.

Inglês avançado, excelentes habilidades analíticas, estatísticas e aptidão numérica são todos necessários.

 

4-Analista de Taxas de Transação Virtual: Second Life tem 17 ocupações diferentes para escolher no metaverso

À medida que o número de transações no metaverso cresce, os mineradores de dados vão querer assistência para analisar e criar melhores taxas dentro do blockchain para registrar operações em diversas criptomoedas, e esse profissional, talvez um estatístico, ficará encarregado dessa tarefa.

Inglês avançado, excelentes habilidades analíticas, estatísticas e aptidão numérica são todos necessários.

 

5-Gerente de Seguros Financeiros:

Será responsável pela venda de seguros financeiros que protegem os investidores de ativos criptográficos das flutuações da moeda do mercado. Dependendo de como a arquitetura desses produtos evolui, esse produto provavelmente se transformará em seguro NFT.

Inglês avançado, bom relacionamento interpessoal, conhecimento do mercado de NFTs e conhecimento de seguros são necessários.

 

Tecnologia

6-Gerente de Segurança da Informação e Riscos:

O campo da segurança da informação evoluiu significativamente como resultado dos avanços tecnológicos. Isso, juntamente com a introdução do metaverso, resultará em um investimento significativo para torná-lo um ambiente seguro. Qualquer pessoa que trabalhe neste campo precisará fornecer orientação e supervisão para garantir que o desenvolvimento de tecnologias e ecossistemas seja seguro e que a segurança da informação não seja comprometida.

O especialista terá que estimar com precisão como a funcionalidade do metaverso será usada, bem como os importantes componentes de segurança, sistemas e etapas de fabricação que estarão envolvidos.

É necessário conhecimento dos regulamentos e perigos de segurança da informação.

 

7-Especialista em Cibersegurança: Second Life tem 17 ocupações diferentes para escolher no metaverso

Eles revisarão e interromperão as violações em tempo real, além de garantir que as leis e os protocolos da equipe de segurança da informação sejam examinados e corrigidos.

Habilidades necessárias: Experiência regular em segurança cibernética e/ou aptidões técnicas em sistemas.

 

8-Engenheiro de Tecnologia Metaverse:

O Metaverse Engineer será como um construtor, semelhante aos designers de jogos e engenheiros de software, pois precisará ter uma visão de futuro, pois muito do que será construído ainda não existe.

Eles terão que transformar ideias em soluções de tecnologia e produtos, tendo em mente os regulamentos e protocolos de segurança do mundo virtual.

É necessário conhecimento de linguagens de programação, bem como familiaridade com 3D e realidade virtual.

 

9-Desenvolvedores de Avatares:

Eles ajudarão na criação de avatares personalizados para pessoas e empresas. Profissionais com habilidades de programação e design poderão se especializar em realidade aumentada e 3D e serão treinados para preencher essa função.

10-Cientista no Metaverso:

Responsável por construir algo semelhante a uma teoria de tudo, em que o mundo inteiro é observável e pode ser acionado digitalmente.

A tecnologia sustentará jogos, anúncios, controle de qualidade de fábrica, saúde conectada e outras aplicações. Esses indivíduos trabalharão com dados e informações e podem ter experiência em estatística ou ciência de dados.

 

Retalho. Second Life tem 17 ocupações diferentes para escolher no metaverso

11-Designer de moda na era digital:

Alguns designers se especializarão em projetar produtos do mundo virtual, como “skins” (roupas para avatares) ou acessórios, à medida que os NFTs evoluem.

Marcas como Balenciaga, Nike (NKE; NIKE34) e outras já deram o exemplo. Estilismo e modelagem, design têxtil, ilustração, animação e modelagem 3D são habilidades necessárias, bem como conhecimento de história da arte e da moda, jogos e entretenimento.

 

12-Designer de Espaços Digitais:

Com o avanço dos cenários e interfaces de jogos, cada vez mais empresas estão estabelecendo cenários e lojas dentro desse mundo virtual para proporcionar a melhor experiência possível.

Como o Walmart (WMT) demonstrou na última edição da NRF, várias lojas já estão experimentando a conversão para ofertar esses espaços (Federação Nacional do Varejo).

Programação, inteligência artificial, física aplicada, design gráfico, modelagem 3D, arquitetura, etnografia e ciências cognitivas são todos talentos necessários.

 

13-Diretor de eventos:

Veja os lançamentos musicais que alguns artistas fizeram com shows no jogo se você for responsável por promover eventos virtuais, que têm potencial para atingir um público consideravelmente maior do que um evento físico.

Relacionamentos interpessoais, psicologia, organização, cultura, empatia, adaptabilidade e navegação imersiva são todos talentos necessários.

.

14-Influenciador de avatar: Second Life tem 17 ocupações diferentes para escolher no metaverso

Se os avatares foram ou não produzidos por influenciadores reais é discutível. Eles funcionam como influenciadores da marca, com o benefício adicional de estarem disponíveis o tempo todo e em vários locais. Renner (LREN3) e Magalu são duas lojas que já trabalharam com avatares (MGLU3).

Psicologia, organização, influência, cultura, empatia, modelagem 3D, design gráfico e inteligência artificial são habilidades importantes.

 

Indústria

15-Engenheiro responsável pelo hardware: Second Life tem 17 ocupações diferentes para escolher no metaverso

Sensores de temperatura e pressão, que exigirão a construção de engenheiros de hardware, podem melhorar os testes de simulação. Eles criarão sensores de operações industriais que são seguros o suficiente para serem utilizados em testes industriais.

Raciocínio lógico-matemático, compreensão da física, engenharia mecânica, design de produto, inteligência artificial e modelagem 3D são todos talentos necessários.

 

16-Gerente de Segurança:

Além dos sensores de segurança, o setor industrial tem uma série de regulamentos de segurança no local de trabalho a serem seguidos.

O Security Manager o guiará pelo processo de incorporação desses regulamentos na arquitetura de funcionalidade, processos, design e métodos de validação do metaverso.

Segurança no local de trabalho, operações de processos industriais, engenharia de produção e analista de negócios de sistemas são talentos necessários.

 

17-Desenvolvedor de Ecossistemas: Second Life tem 17 ocupações diferentes para escolher no metaverso

Através da interoperabilidade de sistemas metaversos, ele é responsável por coordenar os relacionamentos de diversos setores e parceiros. Ele combina todos os atores empresariais, governamentais e cidadãos para desenvolver funcionalidades em larga escala em várias experiências virtuais.

Engenharia civil, legalizações, design de produtos, modelagem 3D e inteligência artificial são habilidades necessárias.

Confira outros artigos:

 

Você Pode Gostar

Sobre o Autor: Avitrini