Quem criou o Facebook, sua história, valor e total de usuários

10 Curtidas Comentar
Quem criou o Facebook, sua história, valor e total de usuários

Saiba quem criou o Facebook, sua história, valor e total de usuários. No dia 4 de fevereiro, o Facebook comemora o “Dia dos Amigos”, marcando a fundação da rede social em 2004. 

Como impactar favoravelmente a vida de 1,8 bilhão de pessoas? Mark Zuckerberg inventou o Facebook para resolver esse problema! 

A cada minuto, 4 milhões de pessoas “curtem” um post; todos os dias, 350 milhões de fotografias são compartilhadas; e todos os meses, quase 15 milhões de novos perfis são estabelecidos.

Já se perguntou como tudo começou? Este post irá apresentá-lo a Mark Zuckerberg, o homem que desenvolveu o Facebook!

O inventor do Facebook Mark Zuckerberg – Quem criou o Facebook, sua história, valor e total de usuários:

Em 2004, Zuckerberg estava no segundo ano da faculdade quando ele e seus amigos começaram a trabalhar em um site que permitia aos alunos de Harvard estabelecer perfis, adicionar imagens e se comunicar com outros alunos.

Então, o Facebook “nasceu pronto”, certo?

Na verdade, a primeira edição não tinha “feed de notícias” e era muito básica.

A cultura ágil de entregar notícias modestas rapidamente permitiu que a ideia evoluísse desde o primeiro dia até o que é agora.

O primeiro apelido do site, “Facebook”, era uma referência aos livros que listam os nomes e imagens de todos os alunos.

O conceito não era novo. Outras redes sociais, incluindo Friendster e Myspace, existiam, mas não decolaram tão rapidamente.

Também não era novidade para Mark Zuckerberg. Ele já havia estabelecido o Facemash, um site que comparava imagens de estudantes universitários e permitia que os visitantes votassem na mais atraente.

Mark teve problemas na universidade por seu conceito provocativo. Ele foi então impedido de usar os servidores de Harvard.

 

Primeiros passos para o Facebook. Quem criou o Facebook, sua história, valor e total de usuários:

O conceito tem sido um sucesso desde a sua estreia. O site, ainda restrito a Harvard, imediatamente se tornou um tema quente em todas as salas de aula, e os indivíduos esperavam ansiosamente que um amigo os convidasse a construir seus próprios perfis.

Com o objetivo de difundir o serviço para outras instituições, Zuckerberg e seus associados – Dustin Moskovitz, Chris Hughes e Eduardo Saverin – começaram a adicionar novos recursos e atualizar os existentes.

Facebook (agora o nome oficial da ideia) rapidamente se tornou uma “febre” entre os estudantes universitários. A equipe recebeu vários pedidos de convites de estudantes universitários de todo o país e do mundo.

No início no Facebook, Zuckerberg foi apoiado e orientado por algumas figuras importantes do negócio de software.

Estes incluem Sean Parker, um dos criadores do Napster, e Peter Thiel, cofundador do PayPal e investidor no YouTube e LinkedIn.

Em 2006, quando o site estava totalmente aberto a todos, não apenas estudantes universitários, o Facebook se tornou a maior rede social do mundo.

Por muito tempo, Zuckerberg resistiu à venda de espaço publicitário no Facebook, fazendo com que a rede social lutasse para gerar dinheiro.

Os anúncios do Facebook acabaram aparecendo, embora com uma abordagem radicalmente diferente da publicidade tradicional.

 

Quem pensou no Facebook?

O debate em torno da criação do Facebook foi tornado público pelo livro “The Accidental Billionaires”, posteriormente incorporado ao filme “A Rede Social”.

No cenário, Mark Zuckerberg é convidado a construir um site chamado Harvard Connection por três estudantes de Harvard. Ele aceita o convite mas, antes de entregar, desenvolve sua própria rede social com os amigos.

Anos depois, Zuckerberg seria processado por roubar a ideia. Embora a Harvard Connection tenha sido criada para promover relacionamentos estudantis (não apresentada no filme), Mark teve que pagar um acordo em dinheiro para evitar uma ação judicial.

Independentemente do debate, vale a pena considerar o que torna o Facebook um sucesso.

O que importa é como um simples “site com perfis individuais” se torna a maior rede social do mundo.

Embora Zuckerberg não tenha desenvolvido redes sociais, ele criou e evoluiu o Facebook a ponto de quase 1 em cada 4 pessoas usá-lo.

Todas as ideias que ocorreram após seu nascimento e foram implementadas fizeram do Facebook uma empresa de US $27 bilhões em 2016.

Isso exige mais do que uma boa ideia!

Hoje em dia o Facebook conta com cerca de 2.853 bilhões de usuários ativos e custa por volta de US $1 trilhão.

 

Acesse o nosso blog e confira os links abaixo:

Você Pode Gostar

Sobre o Autor: Avitrini