O que é Copywriting? veja métodos e gatilhos importantes de persuasão.

9 Curtidas Comentar
O que é Copywriting? veja métodos e gatilhos importantes de persuasão.

O que é Copywriting? veja métodos e gatilhos importantes de persuasão. é um método de criação de texto que visa persuadir os leitores a realizar uma ação específica, como comprar um produto ou se inscrever em uma newsletter.

É uma estratégia que as equipes de Marketing e Vendas utilizam com frequência em suas comunicações, tanto online quanto offline.

Você é capaz de persuadir seu público-alvo usando palavras estrategicamente? Você pode atrair e persuadir o leitor do blog a seguir todas as etapas que você sugere?

 

Como resultado, você provavelmente já domina algumas das habilidades necessárias para ser um grande redator. Saiba que seu conteúdo pode ajudar na estratégia de marketing de uma empresa aumentando as conversões e expandindo sua rede de clientes atuais e potenciais.

Quer saber mais sobre copywriting e como ele pode ser o elo perdido no sucesso da sua marca? Se for esse o caso, este guia completo é para você!

 

O que exatamente é copywriting?

Copywriting é um tipo de criação de conteúdo que visa persuadir o leitor a realizar uma ação específica.

O redator deve compor o “copy” (texto) com o objetivo de produzir conversões e vendas pensando em seu caráter persuasivo e empregando gatilhos para despertar o interesse do leitor.

Quem acredita que esse pensamento é novo está enganado.

 

A Expansão do Copywriting. O que é Copywriting?

Copywriting não é um termo totalmente novo. O termo “cópia” foi definido inicialmente em 1828 por Noah Webster, e se relacionava a “algo original que deve ser replicado por escrito e impresso”, em vez de sua tradução literal – “cópia”.

Esse termo caiu em desuso na literatura, mas persistiu entre os jornalistas e impressores que, em meados da década de 1870, começaram a distinguir o redator do típico redator de notícias, definindo o redator como um profissional que escreve anúncios.

 

Assim, os redatores publicitários do século XX nada mais eram do que redatores, e seu trabalho ajudou várias marcas a ganhar notoriedade e milhões de dólares na época.

No entanto, à medida que a internet se tornou mais proeminente e o Marketing Digital se popularizou, o copywriting foi reestruturado e começou a se separar da publicidade.

 

Quais são os 11 principais fatores e gatilhos no copywriting? O que é Copywriting?

Não é necessário que todos apareçam no texto. Vejamos como cada uma dessas funções dentro da cópia para ver o que quero dizer.

1. Urgência. Veja O que é Copywriting

É comum as pessoas adiarem a tomada de uma decisão até que seja realmente necessário. Como resultado, uma peça não deve apenas prender a atenção do visitante e mantê-lo engajado até a conclusão, mas também obrigá-lo a realizar uma ação rápida que leve à conversão.

Algumas palavras e frases que provocam um senso de urgência podem ajudar com isso. Considere os seguintes exemplos:

 

  • Quer aprender a criar uma estratégia de marketing? Confira o post que publicamos sobre isso agora.
  • Você quer se tornar um freelancer de sucesso agora mesmo? Mais informações você encontra clicando aqui!
  • Até hoje, ninguém revelou esse segredo de aumento de vendas. Descubra lendo o post!

 

2. Conexão

Como alguns leitores podem se sentir afastados dos criadores de conteúdo, os fatores de conexão aproximam as duas partes, o que é crucial no copywriting orientado à conversão.

Como resultado, o leitor não o vê mais como alguém tentando lhe vender uma ideia ou uma mercadoria, mas sim como um parceiro de seu sucesso.

A seguir estão alguns exemplos de como a conexão pode ser usada no texto:

 

  • Este post vai te ensinar como escrever mensagens fantásticas!
  • Veja como pessoas comuns se tornaram freelancers extremamente bem-sucedidos!
  • Confira este guia passo a passo para iniciar e administrar um blog de sucesso, mesmo que você nunca tenha feito isso antes.

 

3. Especificidade

A especificidade é outro fator de redação orientado à conversão. Em outras palavras, as chamadas de texto devem especificar o limite de tempo ou as etapas a seguir que o visitante deve executar para concluir a tarefa. Aqui estão vários exemplos:

  • Aprenda as 7 dicas para escrever o melhor copy!
  • Descubra as 13 táticas de otimização de texto para SEO!
  • Saiba mais sobre o curso que vai te ensinar a fazer Copywriting em menos de duas semanas!

 

4. Transformação

Não é verdade que você veio a esta página porque quer aprender mais sobre copywriting e como escrever textos que convertem? O mesmo vale para todos; quando alguém consome conteúdo, espera que algo mude como resultado de sua leitura.

Como resultado, o livro deve deixar claro desde o início que vai mudar a vida de quem o lê. Algumas instâncias são as seguintes:

 

  • Saiba como se tornar o profissional de marketing mais cobiçado do mercado agora mesmo!
  • Aprenda como criar um blog de sucesso do zero!
  • Há nove coisas que você pode fazer agora para alterar sua vida de freelancer.

 

5. Exclusividade

Uma coisa é certa: a internet está repleta de informações! Seja qual for o tema, não é difícil encontrar blogs e redes sociais que o discutam e forneçam uma riqueza de informações e ideias.

Como resultado, poucas pessoas querem ler informações que são “mais do mesmo”, certo? Como resultado, suas mensagens devem transmitir exclusividade.

Vejamos alguns exemplos de chamadas para stories referentes ao Instagram que não são exclusivas:

 

  • O que exatamente é o Instagram? Descubra agora mesmo.
  • Como configurar uma conta no Instagram
  • Qual é o formato de imagem do Instagram?

 

Não é uma chatice? Agora considere como as opções a seguir atraem ainda mais atenção e oferecem exclusividade:

  • O que exatamente é o Instagram? Descubra o que os membros mais experientes desta plataforma de mídia social têm a dizer!
  • Como criar uma conta no Instagram e obter muitos seguidores em 7 etapas fáceis!
  • Qual é o formato de imagem do Instagram que os influenciadores de sucesso usam? Descubra agora mesmo!

 

Não é muito melhor?

O ser humano se comporta de acordo com seis princípios psicológicos que o levam a tomar uma decisão quase automaticamente, segundo Robert Cialdini, autor do livro As Armas da Persuasão.

6. Reciprocidade

Este princípio afirma que as pessoas têm uma tendência natural a retribuir o comportamento agradável com um comportamento mais positivo.

Forneça ao seu leitor informações úteis e relevantes para despertar seu interesse em contatá-lo no futuro – como um favor gratuito.

Como resultado, várias empresas publicaram manuais de instrução, e-books gratuitos e artigos de blog. Independentemente de ter ou não algo a ver com seu produto ou serviço, a tendência é ser útil primeiro, conquistar a confiança do público e depois vender.

 

7. Prova social

Esse gatilho enfatiza como somos impactados pelos outros em nossa tomada de decisão, portanto, quanto mais indivíduos endossam algo, mais as pessoas são motivadas a fazer o mesmo.

Como resultado, depoimentos e comentários de compradores são frequentemente usados.

 

8. Afeição ou compatibilidade

As pessoas gostam de se conectar com aqueles que são semelhantes a elas, seja emocionalmente, historicamente ou em termos de características e habilidades, de acordo com essa noção.

9. Autoridade

Os humanos têm uma tendência natural a obedecer a alguém que consideram superior por respeito. Para comunicar credibilidade em sua escrita, tente se especializar no assunto e use fontes de alta qualidade.

10. Consistência e dedicação

Quando alguém faz uma promessa, ele se sente compelido a agir de uma maneira que honre essa promessa.

A ideia de compromisso e coerência é essencial no texto para conquistar a confiança do leitor, pois ninguém gosta de escritos enganosos.

Portanto, não faça promessas que não pode cumprir, como soluções ridículas. Na escrita persuasiva, a consistência implica a criação de um documento com sequências de conceitos lógicos e ligações entre parágrafos.

 

11. Escassez. O que é Copywriting?

Temos o péssimo hábito de valorizar o que perdemos ou vamos perder. Para capitalizar essa inclinação, a escassez também pode ser usada no conteúdo.

 

Você Pode Gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.