Como fazer google Ads para seu negócios de comércio eletrônico?

8 Curtidas Comentar
Como fazer google Ads para seu negócios de comércio eletrônico?

Como fazer google Ads para seu negócios de comércio eletrônico? Você já contou quantas pesquisas no Google você faz todos os dias? Quantos de seus links patrocinados você clicou?

Você provavelmente nunca fez isso, mas há mais de 3,5 bilhões de solicitações por dia somente em nosso site e mais de 1 trilhão por ano em todo o mundo.

Esses números demonstram que desconsiderar a abordagem de pesquisa patrocinada em nossas campanhas de marketing de comércio eletrônico é impossível.

 

Supondo que você já tenha configurado uma conta do Google Ads, a primeira coisa que você precisa é de um orçamento que permita tanto fracassos quanto triunfos.

 

Sim, os primeiros movimentos devem ser vistos como testes, pois a familiarização com o instrumento leva tempo. Ainda assim, não existe uma fórmula única para comerciais e campanhas, portanto, traçar seu próprio curso é fundamental.

Nesse orçamento, você deve considerar a jornada do cliente e as características do seu produto, como o tempo que leva para percorrer o funil de vendas, a margem de lucro e a competitividade do setor em que a empresa atua, para citar alguns exemplos.

Se o orçamento for restrito, os testes devem ser realizados com um número pequeno de itens, maximizando o maior investimento viável em cada um.

 

Então lembre-se que, além dos links patrocinados entre os resultados de busca, o Google Advertising oferece diversos formatos, incluindo Google Shopping, Display (banners em sites), Video (anúncios em vídeos do YouTube), entre outros.

Mas onde você deve colocar seu dinheiro? Depende da situação. A publicidade em texto pode ser mais apropriada para serviços, enquanto gráficos e vídeos são mais eficazes para itens. É tudo uma questão de experimentar o que mais funciona em seu ambiente.

Outra consideração importante são as palavras-chave para as quais você produzirá publicidade, bem como os termos ruins que o Google deve excluir ao exibir seus anúncios. Faça suas opções o mais detalhadas possível para que, quando alguém digitar o termo, esteja procurando por um produto ou serviço idêntico ao seu.

 

Um negócio de criação de formulários online, por exemplo, está procurando pessoas que precisam preencher pesquisas, não aquelas que querem ganhar dinheiro com elas. Em termos de volume, palavras mais gerais podem ter mais pesquisas, mas podem gerar menos conversões.

O Google Ads ainda oferece uma ferramenta para ajudar você a decidir!

Saindo da estrutura e passando para o conteúdo, as descrições e fotografias dos itens à venda no site de e-commerce, além da cópia do próprio anúncio, também devem cumprir seu papel.

Produzir imagens distintas daquelas fornecidas pelo fabricante, por exemplo, pode ser o diferencial que faz com que os compradores optem pelo seu produto em relação ao da concorrência.

Finalmente, não se esqueça de acompanhar as conquistas que você realizou. Configurar o Google Analytics é uma alternativa fantástica para isso, pois é administrado pela mesma organização e possui opções específicas para e-commerce.

Confira outros artigos:

 

Você Pode Gostar

Sobre o Autor: Avitrini