Como ter Criptomoedas sem precisar de corretoras

4 Curtidas Comentar
Como ter Criptomoedas sem precisar de corretoras

Como ter Criptomoedas sem precisar de corretoras. Se você sabe alguma coisa sobre o mercado de moedas digitais, provavelmente já ouviu falar de carteiras criptográficas. O cosmos criptográfico e a tecnologia blockchain não estão completos sem essas carteiras. Afinal, é somente com eles que essa forma de dinheiro virtual pode ser gerenciada.

É praticamente obrigatório para quem investe em criptomoedas ter esse instrumento em mãos. Como resultado, é fundamental entender as funcionalidades das carteiras para selecionar a que melhor atende às suas necessidades. A capacidade de transmitir dinheiro para outras nações é uma das características.

 

Este é o ponto principal do artigo. Veremos o que são carteiras de criptomoedas, como utilizá-las e como fazer transações internacionais neste artigo. Dê uma olhada no que você vai encontrar neste artigo:

  • Afinal, qual é a diferença entre uma carteira eletrônica e uma carteira criptográfica?
  • O que inspirou a criação da carteira de criptomoedas?
  • É viável utilizá-lo em algum lugar?
  • Quais são os tipos de carteira mais comuns?
  • Quais são os principais benefícios?
  • Como faço para transmitir dinheiro da minha carteira de criptomoedas para outro país?

Afinal, o que exatamente é uma carteira eletrônica e uma carteira Criptomoedas?

Uma carteira digital é chamada de carteira eletrônica. Ele mantém o controle de suas contas bancárias, transações financeiras, senhas e valor disponível. Como resultado, ele funciona com dinheiro real. Uma carteira criptográfica é uma carteira digital específica para criptomoedas. Ele realiza as mesmas operações que o original, mas apenas com dinheiro digital.

Toda carteira criptográfica é, na prática, uma carteira digital. Como resultado, o termo “e-wallet” tem uma definição consideravelmente mais ampla. É tão útil que você pode usá-lo em sua vida diária. Para fazer uma transferência bancária, pagar uma letra de câmbio ou comprar qualquer coisa em uma loja física ou virtual, por exemplo.

 

As carteiras de criptomoedas, por outro lado, dependem do blockchain para acompanhar todas as transações de criptomoedas. Como resultado, não há custódia de moedas, apenas registros de transações financeiras.

O ponto básico é que, por serem especiais para criptomoedas, elas só podem ser utilizadas em negócios que lidam com elas. Como resultado, sua aplicação é mais limitada.

 

Como surgiu a carteira de criptomoedas?

Na década de 1990, chegaram as primeiras carteiras eletrônicas. No entanto, com o lançamento do Google Wallet em 2011, eles ganharam popularidade. Por meio de um aplicativo, os usuários podem efetuar pagamentos e resgatar pontos de fidelidade e promoções.

A tecnologia progrediu ao longo do tempo e surgiram as carteiras de criptomoedas. Particularmente como resultado do crescimento e popularidade das criptomoedas.

 

Onde pode ser usado?

A tecnologia Blockchain é usada para armazenar informações sobre moedas digitais em carteiras de criptomoedas. Por isso, só podem ser utilizados em estabelecimentos que aceitem esta forma de pagamento.

Transferências para exchanges ou corretoras especializadas em transações de criptomoedas geralmente são possíveis. Para compreendê-lo melhor, você deve primeiro entender como ele funciona.

Depois de estabelecer sua carteira digital, você receberá uma sequência de 12 a 24 palavras em inglês. É aqui que a semente é plantada. É uma boa ideia salvá-lo porque é semelhante a uma senha de recuperação do sistema. Em seguida, são liberados:

 

  • Uma chave privada é semelhante a uma senha de conta bancária, mas uma chave pública é o mesmo que uma conta bancária. Como resultado, qualquer um pode olhar, mas não se mover;
  • O endereço é semelhante a um número de conta bancária. Como resultado, quando as transferências de criptomoeda são feitas, ela é utilizada.

 

Quais são os diferentes tipos de carteiras?

Há uma variedade de modelos disponíveis no mercado. É fundamental entendê-los para determinar qual deles é mais adequado às suas necessidades. Descubra mais.

Hot wallets

Eles têm uma conexão com a internet. Como resultado, eles acabam ficando mais vulneráveis ​​a ataques virtuais. Existem versões para web, mobile e desktop.

Mobile

Estas são carteiras que estão disponíveis como aplicativos móveis. As lojas de aplicativos são onde você pode obtê-los. Como resultado, eles são os mais convenientes de usar em locais que aceitam criptomoedas como pagamento. Como o aplicativo está instalado no smartphone, a dificuldade surge se for roubado.

Web

O navegador usa login e senha para acessá-los. Como resultado, eles são bastante úteis porque podem ser acessados ​​de qualquer dispositivo.

Desktop

São programas que foram instalados no computador. As informações dessas carteiras digitais são salvas no disco rígido, não na internet. Como resultado, eles são um tipo mais seguro de carteira quente. Como resultado, existe o risco de infecção por malware, exigindo cuidado extra quando se trata de segurança digital.

Cold wallets

São carteiras que não possuem conexão com a internet. Eles são geralmente mais seguros como resultado desse fator. Existem duas categorias de pessoas nesta situação.

Hardware wallet

Estes são dispositivos de armazenamento físico para dados de criptomoeda. Eles são compactos e se parecem muito com pen drives. As carteiras de hardware são inconvenientes e ineficazes para pessoas que desejam utilizar moedas digitais regularmente.

Paper wallet

É composto por um papel que detém as chaves pública e privada. É o modelo menos útil.

Quais são os principais benefícios das carteiras de criptomoedas?

Independentemente do tipo, uma carteira criptográfica tem várias vantagens. As principais vantagens estão listadas abaixo. Dê uma olhada!

Segurança

Os investidores em moedas digitais podem manter seus fundos em uma carteira de criptomoedas ou em uma bolsa. Neste último caso, as aplicações financeiras podem ser feitas a qualquer momento. No entanto, como essas exchanges lidam com uma enorme quantidade de dinheiro, os fraudadores são mais propensos a atingi-las.

A moeda digital é mantida segura em carteiras criptográficas. Isso se deve à implantação de poderosos mecanismos de criptografia blockchain. Assim, as criptomoedas podem ser armazenadas, enviadas e recebidas. Ele também mantém um registro das chaves privadas.

 

Agilidade

As carteiras criptográficas permitem transações financeiras mais rápidas. Alguns deles estão vinculados a sistemas de pagamento para telefones celulares. Pagamentos e compras podem ser feitos online desta forma.

Conveniência

A partir da carteira digital, você pode mover suas criptomoedas. É viável realizar as atividades de forma muito prática se você optar por um modelo móvel. Por exemplo, pagar compras feitas em empresas que aceitam esse tipo de pagamento.

Economia

As economias para pessoas que mantêm suas criptomoedas em uma carteira digital são significativas. Por causa dos custos de funcionamento reduzidos.

Como faço para transmitir dinheiro da minha carteira de criptomoedas para outro país?

O investidor pode deixar criptoativos no mercado ou em carteiras criptográficas após comprá-los. Ao escolher a segunda opção, é fundamental manter as chaves criptográficas, pois elas garantem que as moedas digitais estejam em suas mãos.

Você deve primeiro mover os ativos da bolsa para a carteira digital nesta situação. Para isso, faça login na plataforma e selecione no menu suspenso o item que corresponde ao saque/resgate. Você terá a opção de sacar em reais ou na criptomoeda para a qual suas informações são salvas.

 

Conclua a transação selecionando a opção de moeda digital. Como resultado, a soma será transferida para a carteira de criptomoedas. Se você deseja converter esses dados em dinheiro real, precisará realizar uma venda de bitcoin. É assim que funciona na prática.

Como resultado, é uma transação de câmbio com uma variedade de despesas. Também é difícil prever quanto você vai acabar pagando. Afinal, como o mercado é tão imprevisível, o preço das criptomoedas oscila continuamente.

 

Se você quiser enviar dinheiro para o exterior, precisará de uma conta bancária em outro país. Caso contrário, você terá que usar um serviço de transferência internacional de dinheiro como o Remessa Online. Para atingir a eficiência ideal, taxas e agilidade devem ser consideradas.

Basta pagar 1,3% de margem cambial e 0,38% de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) ao usar o Remessa Online. Além disso, os fundos são recebidos na conta em até um dia útil com total transparência.

 

Agora você sabe como usar uma carteira criptográfica para transmitir dinheiro pelo mundo. Esta é uma ferramenta indispensável para manter seu dinheiro digital seguro e protegido. Como resultado, ter este serviço disponível para você é uma boa ideia.

Você achou essas informações interessantes e úteis? Compartilhe este artigo nas mídias sociais para ajudar outras pessoas a entender como funcionam as carteiras de bitcoin.

 

Resumindo

Qual é o propósito de uma carteira de criptomoedas?

Uma carteira de criptomoedas é uma carteira digital que armazena apenas criptomoedas. Ele mantém o controle de sua moeda digital e permite que você transfira e pague com ela.

Qual carteira Bitcoin é a melhor?

 

Como existem tantos tipos diversos, não há uma resposta única. É crucial pensar nos recursos que você precisará e compará-los com o que a carteira digital tem a oferecer.

 

O que é a carteira Coinbase e como posso usá-la?

 

Você deve aderir às regras da carteira digital. Ele permite que você salve chaves privadas, bem como envie, receba e pague por compras.

 

Qual é a melhor maneira de fazer uma carteira bitcoin?

 

Você deve selecionar o modelo que melhor atende às suas necessidades. Use o programa, baixe o software ou conecte-se ao serviço baseado em nuvem.

Confira outros artigos:

 

 

Você Pode Gostar

Sobre o Autor: Avitrini