Golpe na internet – Como evitar e ficar seguro na web

15 Curtidas Comentar
golpe na web

As notícias de crimes virtuais estão cada vez mais frequentes e assustadoras. São tantos roubos de dados, em grande escala, que ficamos até com medo de abrir um e-mail.

O perigo está em um clique. Porém você pode tomar algumas medidas para não sofrer um golpe e reduzir a chance de que algum hacker roube seus dados.

Continue a leitura para conhecer melhor e se prevenir dos golpistas da web.

Sites falsos

Você provavelmente conhece alguma pessoa ou já passou por situações, como por exemplo, ter um cartão de crédito clonado.

É bem provável que as pessoas aprendam a se proteger, depois de sofrer um trauma. Desta forma os cuidados são redobrados evitando que caia num golpe da web: o phishing.

Os criminosos se passam por lojas e bancos ao utilizarem e-mails falsos. Normalmente os e-mails falam de erro no cadastro, conta em débito, enfim, isso leva a pessoa a entrar no site inserir seus dados e número da conta bancária.

A pessoa que cai neste tipo de golpe, age por impulso e não deve levar a culpa pelo fato.

Empresas como Google, Facebook, Paypal, Dropbox, são companhias frequentes nestes e-mails de phishing. O design semelhante e textos convincentes podem enganar facilmente.

São em média 1,4 milhões de sites fraudulentos criados por mês. Eles ficam ativos por algumas horas e depois são desativados, o que dificulta o trabalho de rastrear estes golpistas.

Crime virtual – Como denunciar atos ilícitos ocorridos na web?

Por isso, previna-se com estas dicas:

  • Jamais revele senhas, por mensagens.
  • Nem informe telefone, número de documentos ou qualquer informação sensível.
  • Fique atento a cobranças online.
  • Verifique os domínios dos sites que você frequenta, pois sempre pode ter um carácter diferente ou um .org no lugar do .com.
  • Nunca abra links suspeitos.

Diferenças entre os tipos de golpes

É comum sempre baixarmos conteúdos na rede, inclusive conteúdo pirata. Jogos, séries, filmes podem esconder softwares que tem a capacidade de invadir computadores.

Malware: Não dá sinal de presença e pode estar na barra de ferramentas, games e até assinatura de serviço. O computador pode ficar lento, abrir pop-ups do nada e redirecionar a sites indesejados.

Veja as diferenças entre os Malwares:

Spyware: Coleta senhas e histórico do computador

Adware: Instala aplicativos na barra de tarefas e abre janelas com propagandas.

Vírus: Código ou programa que invadem vários computadores, podendo destruir sistemas inteiros, inclusive assumir o controle da máquina.

Trojan: Esconde ameaças por trás de algo divertido ou útil.

Rootkit: Fornece o acesso do seu computador para hacker o controla-lo.

Worm: Consume memória e trava o sistema, pois se espalha e autorreplica-se na rede.

Para se prevenir quanto a estes malwares, faça:

  • Mantenha seus aplicativos atualizados.
  • Não acesse app que necessita de senha, ao utilizar uma rede pública.
  • Não abra sites desconhecidos, na dúvida não clique em nada.
  • Instale antivírus no seu computador e telefones.

Você Pode Gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *