Como criar uma Fintech?

2 Curtidas Comentar
Como criar uma Fintech?

Como criar uma Fintech? Antes de considerar como construir uma fintech, você precisa primeiro considerar por que deseja fazê-lo. Afinal, quais das dores de seus consumidores serão aliviadas como resultado de seu novo conceito?

 

Permitir-se inovar, apostar na dinâmica, agilizar processos e minimizar a burocracia são coisas que você deve se permitir fazer. Planeje, crie táticas e, se necessário, encontre parceiros e colaboradores para ajudá-lo a tornar seu conceito realidade.

 

Para ajudá-lo a entender como construir uma fintech, dividimos três processos básicos. Preste especial atenção ao seguinte:

 

  1. Adquira conhecimento do mercado – Como criar uma Fintech?

 

Qual é o requisito do público e como você o atenderá? Conheça todos os desejos e expectativas de seus clientes por meio de pesquisas, estudos e comunicação direta com eles, e faça todos os esforços para atendê-los.

 

Qual é a necessidade do seu público-alvo e como sua fintech pode ajudá-lo a atendê-la? Embora a segmentação alcance os limites, ela aproxima e cria reconhecimento.

 

Você também deve estar familiarizado com os requisitos legislativos do Banco Central. Não perca tempo se precisar de ajuda para entender um tópico com o qual não está familiarizado.

 

  1. A tecnologia é o foco.

 

Quando se trata de construir uma fintech, existem vários caminhos a seguir. As plataformas de white label, por exemplo, são uma das soluções mais significativas que permitem que empresas de outros setores ofereçam serviços financeiros e bancários.

 

Uma empresa pode usá-los para incorporar sua identidade de marca em soluções adaptáveis ​​que permitem responder às necessidades de seu público-alvo. Esta não é a única alternativa, no entanto. Outra opção é começar do zero e codificar uma solução.

 

Nessas e em outras situações, é fundamental buscar a orientação de uma empresa de tecnologia que já tenha trabalhado com fintechs e esteja familiarizada com toda a legislação pertinente.

 

  1. Decida se deseja construir uma solução do zero ou contratar uma já construída – Como criar uma Fintech?

 

Como dito anteriormente, sua empresa tem a opção de desenvolver seu próprio código desde o início ou utilizar soluções baseadas no mercado. Neste ponto, é fundamental contratar um consultor de tecnologia para ajudá-lo a encontrar as soluções mais econômicas.

 

Vale ressaltar que uma consultoria de tecnologia fintech pode proporcionar conhecimento e experiência, além de economia de custos, melhores resultados em menos tempo, mais segurança, entre outras coisas.

 

Qual é o investimento mínimo necessário para iniciar uma fintech?

 

Impostos, dinheiro inicial, registro de marca, infraestrutura, contratação de pessoal, marketing e outras despesas fixas mensais fazem parte do início de uma fintech, assim como qualquer outra empresa.

 

Também é importante perceber que a quantidade de dinheiro que você colocará em sua fintech será determinada pelos serviços que você oferece, o nível de personalização que você fornece e a tecnologia que você utiliza para fornecer soluções ao cliente.

 

O conselho mais importante que podemos dar é maximizar os recursos e buscar parcerias com organizações especialistas na área e com experiência adequada para entregar os melhores resultados. Dessa forma, você poderá fazer um investimento mais econômico.

 

Confira o nosso blog e visite os links abaixo:

Você Pode Gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *