Aplique esses 3 novos padrões de engajamento do Facebook na página

9 Curtidas Comentar
Aplique esses 3 novos padrões de engajamento do Facebook na página

Aplique esses 3 novos padrões de engajamento do Facebook na página. As diretrizes para aumentar a interação com o Facebook estão sempre mudando. São, em geral, regras bastante fáceis de compreender. No entanto, sempre existem pequenas nuances e estratégias para melhorar seu envolvimento.

Estamos falando de curtidas, comentários e compartilhamentos quando falamos sobre o envolvimento no Facebook. E, do ponto de vista comercial, consideramos muito mais do que vaidade.

Quando o seu público interage com o seu material, isso auxilia na distribuição desse conteúdo em toda a sua rede.

O QUE É O ALGORITMO DO FACEBOOK E COMO FUNCIONA? APLIQUE ESSES 3 NOVOS PADRÕES DE ENGAJAMENTO

Existe um algoritmo do Facebook chamado Edgerank. Ele é responsável por manter o controle de todas as interações do usuário.

Conforme o algoritmo monitora as interações, ele aprende em que tipo de informação cada usuário está mais interessado e começa a oferecer coisas que considera mais relevantes para eles.

Quando um usuário se envolve com nosso material, é como se ele estivesse dizendo a Edgerank que gosta do que fazemos. Como resultado, ele receberá cada vez mais o que postamos de maneira orgânica.

 

Compilamos três sugestões para ajudá-lo a manter seu público envolvido e, como resultado, aumentar o número de pessoas que veem seu conteúdo.

 

EXISTEM 3 REGRAS PARA SE ENVOLVER NO FACEBOOK.

1. CONCENTRE-SE NA EXPERIÊNCIA DO CLIENTE E APLIQUE ESSES 3 NOVOS PADRÕES DE ENGAJAMENTO

A maneira como fazemos nossas postagens é algo que modificamos em nosso negócio.

Há algum tempo usamos nosso perfil do Facebook para direcionar o tráfego para nosso site. Quais são nossas motivações para fazer isso? Para nossa estratégia de negócios, nosso blog é uma saída essencial. Utilizamos o Facebook para gerar tráfego dos fãs da página para o nosso site por ser um canal estratégico.

No entanto, descobrimos que, quando removemos alguém do Facebook, temos menos interação e alcance. Isso é influenciado pelo fato de que o usuário teve que sair do Facebook.

 

Então, qual foi a primeira alteração?

 

O foco na experiência do usuário, não no consumo, foi uma das primeiras diretrizes que aprendemos.

 

Muitas de nossas postagens no Facebook, como você pode ver, são centradas no engajamento.

Como empreendedores ou profissionais de marketing digital, devemos engajar as pessoas em nosso conteúdo para que elas aproveitem, comentem e compartilhem.

Pensando nisso, nos engajamos na criação de artigos centrados na experiência do cliente, incluindo vídeos e sugestões sobre marketing digital e negócios. Também contamos com as perguntas como forma de fazer com que nosso público se engaje mais com as postagens.

 

2. O REI DO CONTEÚDO É CONTEÚDO NATIVO.

Sabemos que o material cultivado localmente é forte, conforme a regra número dois.

Ao contrário de um artigo de blog, que exige que o usuário saia do Facebook para ler, investimos muito em conteúdo que os usuários podem consumir no Facebook.

Nós nos esforçamos constantemente para misturar material nativo com coisas que levam você para fora do Facebook, como vídeos compartilhados diretamente nas redes sociais, transmissões ao vivo, GIFs, enquetes, perguntas e fotografias.

 

Como o blog é uma parte fundamental de nossa abordagem, ainda fazemos esse tipo de postagem em nossa página do Facebook, mas com muito menos frequência.

Quando criamos muito conteúdo com foco na experiência e no consumo dentro do Facebook, e depois postamos um link que leva o fã para fora da rede social, o conteúdo externo tende a receber mais atenção. Por causa do alto nível de interação produzido antes, é provável que o algoritmo goste.

 

Se você está tendo problemas para fazer com que as pessoas se envolvam com seu material, dê uma olhada na quantidade de conteúdo nativo que você está produzindo e na quantidade de conteúdo externo que está publicando. Quando falamos sobre essas “novas normas de interação no Facebook”, pode ser uma das coisas que você está violando.

3. A POSTAGEM DEVE SER BOMBEADA DENTRO DOS PRIMEIROS MINUTOS

Outro fator importante a se considerar é como fazer com que seu público interaja com seu conteúdo nos primeiros minutos após sua publicação.

Quando você publica algo em sua página do Facebook, o Facebook distribui para as pessoas que estão mais interessadas nele primeiro. Essas são as pessoas que garantirão que seu material se torne viral.

Se você postar alguma coisa e não conseguir envolver seus principais seguidores nos primeiros cinco minutos, o Facebook presumirá que o material não é muito intrigante.

 

Sempre usamos perguntas para resolver esse problema. Nossos fãs serão capazes de nos responder mais prontamente desta forma.

 

Resumindo, acreditamos que priorizar a experiência sobre o consumo, criar conteúdo nativo do Facebook e focar na interação nos minutos iniciais são as regras fundamentais de engajamento no Facebook que você pode (e deve) aplicar ao seu negócio.

O engajamento é mais do que uma medida de vaidade. Isso é necessário para que o material das empresas seja transportado.

Aplique esses 3 novos padrões de engajamento do Facebook na página. Comente este artigo!

Você Pode Gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *